O ROTARIANO E A LIDERANÇA

Imprimir
Categoria: Dicas e Fatos



O rotariano e a liderança:
este é o tema que desejo expor para os prezados companheiros.

Todos nós sabemos que “o Rotary é uma organização de líderes de negócios e de profissionais”. Este, aliás, é um preceito que está lançado, também, no Manual de Procedimento, nossa bíblia. Mas, na prática do dia-a-dia, tenho notado que nem sempre o líder lá fora costuma atuar da mesma forma quando investido na posição de rotariano.

Verifica-se, em várias oportunidades, a dificuldade de um Presidente de Clube indicar companheiros para a prestação de atividades ou comparecimento a eventos rotários. Ora, é nesses momentos que o rotariano deve demonstrar sua liderança.

E o que vem a ser liderança? Do próprio vocábulo se extrai o seu sentido: é o líder em ação! Como se vê, é um ato positivo, de execução. Não cabe aqui o debate formulado pelos mestres em administração quando dizem, por exemplo, que “o novo líder manda menos e ouve mais”, ou que deve ser “participativo”, ou, ainda, como explica a consultora Alice Carrozo: “as empresas não querem pessoas autoritárias, porque elas tolhem a iniciativa e a criatividade dos outros”.

Não pretendo, assim, questionar a forma de como deve o rotariano aplicar sua liderança. Basta estar atento às normas estabelecidas por nossa organização. Sua atenção deve se voltar para a divulgação e transmissão dos ideais rotários.

Segundo um mestre em administração, Peter Drucker, “o que define o líder é o seu comportamento”.

E, digo eu: para mostrar seu comportamento, o rotariano precisa se mostrar, em atitudes, em atos. Quando o Presidente do Clube pesquisa um Companheiro para a prática de algum ato de interesse da associação, todos devem se colocar à sua disposição. Caberá ao Presidente escolher aquele melhor capacitado ou preparado para a tarefa.

É um pressuposto que o associado em Rotary está sempre pronto a cumprir um ato necessário. A eventualidade de ocorrência de erro seu também não é desculpa: todos sabem que somente não erra quem não faz.

O rotariano não pode ser um omisso! Deve estar e se comportar como um “líder em ação”.

-----------------------

Nívio Terra – Rotary Club de São Paulo - Perdizes (Contatos através do “Fale conosco”.Comp. Marcelo Ewbank Pacheco – Presidente 2011-12

 

Reuniões do Clube: 5as. feiras – 20h30 – Tratoria Montecatini

Distrito 4610 do Rotary International

Comp. Ligeia Benícia de Almeida Stivanin – Governadora 2011-12

Contato

Nívio Terra - Advogado de Negócios e Consultor Pessoal
nivio@PortaldoSocioedaSociedade.com.br
nivio@terracpe.com.br

Credite a fonte

O CONTEÚDO DO PORTAL DESPERTOU INTERESSE, COPIE, MAS CREDITE A FONTE. SUA ÉTICA SERÁ O FISCAL DESTE PEDIDO.
Copyright 2011 O ROTARIANO E A LIDERANÇA - Joomla